Review: Assalto à Casa Branca

Olympus-Has-Fallen-poster“Pode ser considerado o típico filme americano que apela ao orgulho nacional e à devoção do presidente dos EUA. Sim, tem os clássicos momentos dramáticos em que a bandeira das riscas e  estrelas cai vagarosamente na direcção do solo como que uma nota de “falha” e “queda” do povo americano… mas rapidamente os discursos inspiradores vão sendo ouvidos aqui e ali, tal como o juramento à própria bandeira. Sim, há explosões, muito tiro e acção, imagens da Casa Branca a ruir… porque afinal, isso é puro entretenimento, mas como em todos os filmes deste género tem de haver aquele… – o “the one” – neste caso é o Gerard Butler. As interpretações são convincentes, embora uma ou outra personagem fosse completamente previsível. Não é um filme que tenha momentos chatos, porque a acção é a ordem do dia, nesse aspecto 5 estrelas. O argumento não era completamente descabido, embora alguém no filme tenha mencionado que a Casa Branca era o sítio mais seguro do mundo (fiquei com algumas dúvidas). O que realmente deve ter mais foco e importância no filme é o que causa o dito ataque, a presença da Sétima Frota americana perto da Coreia do Sul numa tentativa de conter o avanço agressivo da Coreia do Norte. No meio de tanta ficção, não convém esquecermos os perigos reais que existem e que estão sempre em risco de “estremecer”. Do Gerard Butler não se podia esperar outra coisa senão o papel que desempenhou, ao verdadeiro estilo “fuck off!” que até tem a sua piada… Enfim, recomenda-se, e agora aguarda-se pelo filme “semelhante” Ataque ao Poder para ver se está tão bem conseguido ou não, ou se é o tal “rip off” que tantos andam para aí a comentar.” – Helena Rodrigues