Review: Somewhere

somewhere-2_1

 

Crítica por: Helena Rodrigues

“Antes de mais devo confessar que não esperava que o filme fosse tão parado, o trailer iludiu-me um pouco. Mas como sou curiosa aguentei-me até ao fim da história na esperança de obter alguma ideia final “iluminada”.

Stephen Dorff foi muito bem escolhido para o papel de “Johnny Marco”, um actor famoso de Hollywood, que nos dá a conhecer um mundo pouco ou nada glamoroso de um homem que esconde uma vida solitária e praticamente inútil por detrás das câmaras e dos holofotes. Entre os luxos que lhe são disponibilizados, ele prefere ficar inerte no seu quarto de hotel, ou sob o sol à beira da piscina, não reagindo a quase nada, aceitando esse como o seu “modo de vida”.

Quando a sua filha “Cleo”, interpretada por Elle Fanning, entra em cena deixamos de ver um Johnny Marco “oco” e vemos o que aparenta ser um homem e pai comum, que se diverte a jogar Guitar Hero, que vai assistir às aulas de patinagem da filha, que conversa e parece estar mais ligado ao mundo real.

Embora o argumento não tenha voltas e reviravoltas, e a todo o instante eu esperava ver algum tipo de desenvolvimento na história, compreendi o que queria transmitir. Há um certo momento no filme em que Johnny se dá conta daquilo que tudo que aparenta ser para o mundo, e tudo aquilo que não é. Apercebe-se de que é vazio e apático. Não há nada nele senão uma personagem de Hollywood que não consegue convencer ninguém. Ele não é ninguém.

No final, também esperava algum tipo de resolução mais nítida em questão ao seu relacionamento com Cleo, mas o fim acaba incerto. Só sabemos que Johnny toma a decisão de encontrar o seu lugar algures no mundo. Como? Fica ao critério de cada um. A mensagem que chegou até mim é que não importa como é o ambiente que nos rodeia, importa o modo como o vemos, vivemos e o desfrutamos.

“Somewhere” é um filme demasiado calmo para os que são impacientes, mas é uma história doce, compensada pelas interpretações tão naturais de Stephen Dorff e Ellen Fanning.”

 

VER TRAILER