Review: Quase Famosos

almost

Crítica por: Helena Rodrigues

“Um filme sobre um jovem a quem é dada a possibilidade de escrever sobre uma banda rock que busca o grande reconhecimento dos média. William Miller ama a música e o rock  n’ roll, e junta-se aos roqueiros Stillwater numa digressão por terras americanas. Com apenas 15 anos, a visão inocente de William vai absorver um mundo novo, um mundo que poucos privilegiados tiveram a oportunidade de conhecer. Um mundo onde a música é tudo e todas as filosofias de vida se centram em melodias, bebida, drogas e amor.

Durante a digressão William cresce com a banda e os elementos da banda amadurecem e crescem com ele. Com interpretações cativantes de Patrick Fugit, Kate Hudson, Billy Crudup e Jason Lee, deixem-se levar pelo universo do rock, vejam as perfeições e imperfeições de uma realidade onde muitos se refugiaram, fazendo daquele espaço a sua realidade e a sua verdade.

É uma verdadeira viagem ao nosso interior como humanos e amantes da música. Mostra-nos o que é ter uma paixão por algo que nos faz esquecer tudo o resto, fazendo-nos abdicar de sonhos e objectivos de vida, porque ali, no meio do rock n’ roll o mundo pára e ali tudo é possível. “Ali” foi a casa de muitos.

O filme acaba com uma nota de ensinamento. Irão existir aqueles que vão para sempre viver dentro da montanha russa, com luzes, gritos e festa à sua volta, e há outros que olham para a montanha russa, andam nela, tiram o maior proveito dela, e voltam ao mundo real com um sorriso no rosto e um coração cheio de experiências e lições. ”

VER TRAILER