Review: The Man From U.N.C.L.E.

Uncle

 

Crítica por: Helena Rodrigues

“Guy Ritchie tem uma abordagem única nos seus filmes, é difícil agradar a todos, mas agrada-me a mim.
The Man from U.N.C.L.E. é um filme com acção, bom ritmo, bom timing, bom humor e boas interpretações.

Pós II Guerra Mundial um agente norte-americano chamado Napoleon Solo (Henry Cavill) é recrutado pela sua mestria na arte do roubo e do engano para trabalhar para a CIA, como forma de não ir parar à prisão. Do outro lado do espectro temos Ilya Kuryakin (Armie Hammer), um agente recrutado pelo KGB, que sobreviveu e lutou contra as humilhações e desonras da família. No início, os dois são antagonistas, até que surge uma missão em que são obrigados a trabalhar em conjunto na recuperação de mísseis nucleares.

Os protagonistas encarnam as personagens na perfeição e o humor entre ambos é a linha que perdura durante todo o filme, sem nunca ser a mais ou a menos. É a quantidade perfeita. Para quem gosta do género de histórias de espiões, esta é uma aventura que vai com certeza satisfazer. Temos vilões, reviravoltas, surpresas, acção e divertimento. É agradável ver Cavill longe do seu papel de Super-Homem, mas ainda assim, é impossível não esquecê-lo como tal devido à postura da sua personagem….posso até dizer que podia muito bem ser um James Bond Nº2 (Se o Daniel Craig se reformar, este tem o meu voto). Embora não tenha visto muitos filmes com Hammer, fiquei convencida com este, o homem é versátil e consegue mostrar dois lados completamente opostos no seu papel, um misto de doçura/loucura.

O que mais vinga neste filme? Alicia Vikander, a menina que se encontra entre os dois agentes, que encanta com um misto de personagem inocente, misteriosa e dura.  E ainda os cenários, as paisagens italianas, o vestuário. Tudo é cativante e atrativo “à lá Guy Ritchie”. É incrível como no meio de tanta volta e reviravolta reparamos nos pequenos pormenores que quase roubam as atenções das cenas. E quanto à música…podem contar muito boas escolhas. É um filme de entretenimento que me deu um pouco de tudo e que mesmo assim, deixou-me com vontade de ver mais. Quero um The Man From U.N.C.L.E 2, se faz favor!”

VER TRAILER