Disney Vs Live-Action

Aqui fica a lista de alguns filmes de animação que vão regressar às salas de cinema numa versão “live-action”. Os desenhos animados que marcaram a infância de todos nós vão receber um tratamento especial com actores de carne e osso.

“Alice no País das Maravilhas”, “Maleficent” e “Cinderela” já tiveram essa honra,
mas preparem-se porque há muitos mais a caminho.

O primeiro a fazer a sua entrada triunfal no mundo das adaptações para género “live-action” é o clássico “A Bela e o Monstro”. Realizado por Bill Condon, o filme chega já em Março com Emma Watson e Dan Stevens nos papéis principais., Bela e Monstro, respetivamente. Ewan McGregor, Emma Thompson dão voz a Lumiére e Sra. Potts.

O rei do “fantástico” e “esquisito”, Tim Burton, já está a trabalhar numa nova versão de “Dumbo” juntamente com o argumentista Ehren Kruger (Transformers: Revenge of the Fallen, Transformers: Dark of the Moon, Transformers: Age of ExtinctionTransformers: Age of Extinction)

Emma Stone será Cruella de Vil, a mulher que gosta de raptar Dálmatas para fazer casacos de pele, no novo filme focado essencialmente na vilã sem escrúpulos, “Cruella”. O filme tem data de estreia prevista para 2018 e ainda não se sabe de mais confirmações no elenco.

 

 

A personagem Sininho de outro clássico da Disney, “Peter Pan”, também poderá ganhar um filme só seu com a actriz Reese Witherspoon no papel de Fada e também como produtora. A argumentista de “À Procura de Dory”, Victoria Strouse, ficará encarregue do argumento. Por cá, aguardamos mais novidades.

Outro clássico da nossa infância é “Winnie The Pooh”, que inspirou o realizador e argumentista Alex Ross para uma possível versão “live-action” com  o pequeno Christopher Robin já adulto.

O versátil Lin-Manuel Miranda (do musical Hamilton) será o produtor de um novo remake de “A Pequena Sereia”. A actriz Chloe Grace Moretz foi a escolhida para assumir o papel da sereia Ariel. Ainda não há data de estreia definida.

gallery-1482166325-the-little-mermaid-chloe-grace-moretz

Entusiasmados ou desconfiados?

A verdade é que os últimos filmes de animação que receberam um tratamento “live-action” têm tido sucesso nas bilheteiras. Mas nem todos conseguirão convencer o público.

Teremos de aguardar para ver!