REVIEW: KICKBOXER- A VINGANÇA

“Kickboxer: A Vingança é um remake do filme de 1989 Kickboxer, onde Jean-Claude Van Damme era o actor principal. Passo já por dizer que prefiro o filme original, o de 1989. Está muito mais genuíno e é um dos meus filmes favoritos de combate, que ajudou a catapultar Jean-Claude Van Damme no grande ecrã, o filme em que este mostra também as suas habilidades como dançarino.  – Depois de vários treinos intensos e para desanuviar um pouco Xian Chow, interpretado por Dennis Chan, no filme o seu mestre leva-o a um bar e faz-lhe ingerir doses de uma bebida alcoólica muito forte chamada de “o beijo da morte”, preparando-o para a última fase do treino: dançar embriagado. Esse filme sim vale a pena ver e rever!

kickboxer

Van Damme em Kickboxer, 1989

Mas voltando ao assunto principal, Kickboxer: A Vingança mantém os nomes das personagens do filme de 1989. Kurt Sloan (Alain Moussi) e o irmão Eric Sloan (Darren Shahlavi) são campeões de uma dinastia de lutadores na Califórnia. Após vencer um campeonato mundial, Eric é atraído por uma sombria produtora para lutar sem regras na Tailândia, quando Eric morre. Aqui está uma das diferenças deste Kickboxer: A Vingança para o Kickboxer de 1989, pois Eric Sloan, no combate com Tong Po, não morre, fica paraplégico e não tem um treino específico de Muay Thay como neste remake.

Kurt, com a ajuda de Durand (Jean-Claude Van Damme), ex-mestre de Eric, decide dominar as artes marciais para combater Tong Po (Dave Bautista), lutador que assassinou seu irmão. Pois aqui as diferenças são claras: Kurt Sloan, na altura interpretado por Jean Claude Van Damme, teve um mestre tailandês com grandes qualidades nessa arte de combate. E faz todo o sentido, pois o Muay Thai é originário da Tailândia e em Bangkok, onde se desenrola a acção, eles lutavam Muay Thai. É devido a esse desconhecimento, que Eric, campeão dos E.U.A e arrogante, julgou que lá seria igual e apanhou uma enorme surpresa…

Aqui é Van Damme que faz o papel de mestre. Como claro está, fizeram a personagem de Van Damme de origem francesa, que vivia há muito tempo na Tailândia e que, além de conhecedor e mestre de Muay Thai também ele fora um lutador. O seu estilo é um misto de Muay Thai com Kickboxing.

Alain Moussi, que faz de Kurt Sloan, é muito diferente da prestação que Van Damme teve nesse papel. A minha preferência recai sem dúvida para Van Damme, ele foi um Kurt muito mais credível. Alain Moussi nas técnicas de combate até esteve bem, de certa forma com técnicas mais “ginastas”, mas o seu papel em si, foi muito “plastificado”.

Tong Po interpretado por Dave Bautista, tem uma complexão física assustadora, um ar temível, mas nada a ver com o Tong Po do filme original. O Tong Po do filme de 1989, era sem dúvida “o Tong Po“, um grande vilão de origem tailandesa, algo que Bautista não tem. E o seu posicionamento de combate, apesar de tentar ser o mais parecido possível com o original, não consegue ter a mesma “magia”.

kickboxer 2

KickBoxer: Vengeance é bem fotografado e consegue captar bem as coreografias de luta. Aí está o grande trunfo do filme. Com muitos especialistas em artes marciais envolvidos ficou claro que cada um acrescentou seu próprio toque, o que torna os combates extremamente divertidos. O curioso é que o destaque fica para as cenas que têm Jean Claude Van Damme – em ótima forma para a idade (56 anos) – como a luta para aceitar Kurt como aluno e um ótimo confronto com George ST Pierre.

A participação dos atletas profissionais do UFC, (que irá aumentar no próximo filme), também é um bom atractivo, com Caín Velasquez, Fabrício Werdum e o próprio George ST Pierre, eles conseguem acrescentar personalidade as lutas.

É um remake, que quanto a mim, está fraquinho, e que está muito longe do brilhantismo do filme original.

Por:  André Gomes  – Mais reviews em Letterboxd

VER TRAILER

Anúncios